Marina Perez Simão

biografia

acrílica sobre poliéster e tela
25 x 34 cm

Marina Perez Simão (1981,Vitória) vive e trabalha em São Paulo, Brasil. Marina Simão desenvolve sua pesquisa por meio de um processo baseado fundamentalmente no acúmulo e na justaposição de memórias e imagens. Ao cruzar vivências pessoais com múltiplas referências — vindas de áreas como filosofia, literatura e jornalismo — a artista coleta certas narrativas para as editar por meios pictóricos que não afirmam ponto em qualquer linguagem predefinida, mas antes se desenvolvem conduzidos por uma prática orgânica, que combina densidade temática e delicadeza no trato.

A artista parte de técnicas de diferentes mídias, como pintura, colagem e desenho para relacionar paisagens internas e externas, compondo jornadas visuais que passeiam ora pelo desconhecido, abstrato, nebuloso, ora por clareiras, visões e reaparições. Ao passo que suas obras exploram a complexidade do signo, do olhar e da imaginação, não se colocam numa única e determinada via de entendimento, mas seguem fluxos não lineares, abrindo-se a uma constante transformação das impressões. Nos territórios a que nos conduz, temos sempre de lidar com o inapreensível, o instante indizível.
Suas exposições individuais incluem 12ª Exposicão de Verão, Silvia Cintra + Box 4, Rio de Janeiro (2015); Chambres à Part, Edition VIII, La Réserve Paris, Paris (2013); Father, Mendes Wood DM, São Paulo (2010); Promenade Project, Galleria delle Colonne, Parma (2010).

Seus trabalhos também foram inclusos em mostras coletivas institucionais como Holzweg, Mendes Wood DM, São Paulo (2012); If it’s dream make it real, if it’s real make it dream, Mendes Wood DM, São Paulo (2010); Black Birds, Musée d’Art Moderne de Saint Etienne, Saint Etienne (2009).

Fonte: Mendes Wood DM