Lívia Moura

biografia

“A estética cartografica produzida por Lívia Moura se desdobra ao longo de um fio sutil de espacialidade. Seu processo arranca a obra de arte da parede, a fim de expandi-la no espaço, “curto-circuitando” o meio ambiente através de extençoes emancipativas onde a arte se derrama na vida.

Espaço que se faz espaço no ambiente de exposição onde é colocado, o trabalho é, para a propria artista, um corpo camaleônico destinado a ampliar o alcance da estrutura arquitetônica (ou de uma paisagem natural) a fim de desenvolver extensões laterais, que não apenas meditam sobre o que se passa, mas também concebem-se, como sinais de um tempo, em que o passado e o presente podem ser reciclados com desenvoltura.

Moura usa a programaçao estética da propria cultura para por acento num fazer artístico que recupera materiais e situações, a fim de usá-los num discurso imediatamente social, por vezes erótico, atraente, e luminoso.”

Antonello Tolve